Módulos e Bibliotecas

Em várias seções anteriores, mencionamos a "biblioteca padrão Python" e você pode ter se perguntado o que isso quer dizer. Pedimos desculpas por termos postergado a explicação até agora e esperamos que essa seção esclareça suas dúvidas sobre o assunto. Nela, você também aprenderá como criar seus próprios módulos em Python.

O que são módulos e bibliotecas?

A primeira pergunta que precisamos responder é: o que é uma biblioteca? A resposta a seguir, embora correta, não é muito útil porque ela só muda o foco da pergunta: uma biblioteca é um conjunto de módulos. Portanto, a biblioteca padrão Python é um conjunto de módulos disponíveis em Python para que você possa importá-los e usar as funcionalidades deles quando bem quiser.

A pergunta agora é: o que é um módulo? Um módulo nada mais é do que um arquivo .py com instruções e definições em Python. Confuso, não? Nessas horas, nada melhor que um exemplo para deixar as coisas mais claras. Vejamos como criar um módulo simples em Python.

No exemplo abaixo, criaremos um módulo que representa um círculo. Para isso, criamos um arquivo chamado circulo.py com o seguinte conteúdo:

Pi = 3.14159

def area(raio):
  return Pi * (raio ** 2)

def comprimento_circunferencia(raio):
  return 2 * Pi * raio

Para usar o módulo acima, podemos fazer como mostrado abaixo:

import circulo

print(circulo.Pi)
print(circulo.area(5))
print(circulo.comprimento_circunferencia(5))

Note que usamos o comando import circulo para que pudéssemos usar as definições do módulo círculo em nosso programa. De modo geral, essa é a forma pela qual usamos módulos em Python. Caso quiséssemos utilizar apenas a função area() poderíamos importar apenas ela por meio do comando from circulo import area. Isso é útil em caso de módulos muito grandes e quando queremos usar apenas uma ou outra função deles.